Missão técnica da Coreia do Sul visitará frigoríficos catarinenses

Foto: Divulgação

- PUBLICIDADE -

Avançam as negociações entre Santa Catarina e Coreia do Sul para exportação da carne suína produzida no estado. Em novembro, uma missão técnica sul-coreana visitará frigoríficos e propriedades rurais catarinenses para oficializar a abertura do mercado à carne suína in natura de Santa Catarina. O comunicado foi feito pela Agência de Quarentena Animal e de Plantas (QIA) da Coreia do Sul ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) nesta terça-feira, 04.

A missão técnica sul-coreana está prevista para chegar a Santa Catarina no dia 16 de novembro, quando começarão as visitas aos frigoríficos e propriedades para avaliar a sustentabilidade ambiental, a saúde animal, o controle de doenças e o Plano de Análise de Perigos e Pontos Críticos de Controle (APPCC). O objetivo da missão é habilitar as plantas frigoríficas autorizadas a exportar carne suína para a Coreia do Sul.

- PUBLICIDADE -

A expectativa do Ministério da Agricultura e da Secretaria da Agricultura e da Pesca de Santa Catarina é de que já no início do próximo ano a carne suína catarinense entre no mercado da Coreia do Sul. O Estado espera vender pelo menos 30 mil toneladas de carne suína por ano para aquele país.

Destaque mundial

 A Coreia do Sul é um dos maiores compradores mundiais de carne suína in natura. No ano passado, importou cerca de 450 mil toneladas, o equivalente a US$ 1,3 bilhão. O potencial de exportação do Brasil é estimado em US$ 160 milhões por ano pela Secretaria de Relações Internacionais do Agronegócio (SRI).

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar
Por: Jéssica Pereira

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.